De 1951 a 2000

1951

- 18 de setembro - É instalada em Agudos - SP a Companhia de Cervejas Vienenses, com tecnologia e capital austríacos. (xxxx/????)
- A Cervejaria Brahma aumenta seu capital para Cr$360.000.000,00.  (1948/1952)

1952

-13 de outubro - É transferida para a Brahma  (1951/1953) a marca Elefante, antes percente à Cervejaria Continental (Bopp, Sassen, Ritter & Cia. Ltda).  (1948/1953)

- A Destilaria Adelelmo Boretti & Cia, de Itapira - SP, que já vinha sendo desativada aos poucos, encerra definitivamente as suas atividades vencida pelo progresso e pela concorrência de outras marcas de cerveja.   (xxxx/xxxx)

1953

- janeiro - É constituída a Cervejaria e Maltaria da Serra Ltda, em Getúlio Vargas - RS. Com mais de 500 sócios onde nenhum detinha mais de 3% do capital social inicial e tendo Plácido Scussel como diretor. A Serramalte nasceu de um movimento comunitário iniciado a partir de uma proposta de Bernardo Kokemper (ex-diretor aposentado da Cervejaria Continental) que descobriu, em Getúlio Vargas, a cervejaria desativada Irmãos Bramatti Ltda, e fez contato com os proprietários da cervejaria, com as lideranças políticas e com os empresários.  (xxxx/????)
-12 de outubro - É transferida para a Brahma  (1952/1954) a marca Becker, antes percente à Cervejaria Continental (Bopp, Sassen, Ritter & Cia. Ltda)   (1952/xxxx) que estava cedida à Cervejaria Sul-Brasil Ltda e Serrana Ltda.  (????/????)

1954

- A Antarctica inaugura sua Maltaria no Jaguaré em São Paulo  (1941/1955)
- A Brahma aos 50 anos já tem 6 fábricas e 1 Maltaria.  (1953/1954)
- A Brahma torna a elevar seu capital para Cr$600.000.000,00.  (1954/1954)
- A Brahma assume o controle acionário da Companhia Paulista de Cervejas vienenses, de Agudos - SP.  (1954/1956)
- A Bebidas Leonardo Sell, de Rancho Queimado - SC, deixa de produzir cerveja se dedicando somente a linha de refrigerantes Pureza.  (1940/xxxx)

1955

- A Antarctica  (1954/1956) compra a Cervejaria Alta Paulista Industrias e Bebidas, estabelecida à Av. Castro Alves 61 - Marília - SP, da firma Ernesto Basta & Irmãos, formada por Ernesto, Domingos e Leonildo Basta, fabricantes das cervejas preta Basta e Bastinha.  (????/xxxx) Constituindo a Cervejaria Bavária S/A, subsidiária da Companhia Antarctica Paulista - Indústria Brasileira de Bebidas e conexos (IBBC), passando a fabricar a Cerveja Bavária chopp, o chopp Bavária e refrigerantes.

1956

- 10 de maio - a Brahma registra a cerveja DK.  (1954/1962)
- É constituída pela Antarctica a Dubar S.A. - Indústria e Comércio de Bebidas.   (1955/1957)
- É fundada, em Assis - SP, a Indústria e Comércio de bebidas Cristalina, no início dedicada somente a fabricação de refrigerantes.  (xxxx/????)

1957

- A Antarctica  (1955/1960) adquire, em Campinas - SP, a antiga Fábrica de Cerveja e Gelo Colúmbia  (????/xxxx)
, transformando o prédio em depósito de sua fábrica ao lado.
- A Cervejaria Polar lança a cerveja Polar Chopp em garrafa e barril.
- 24 de junho - A Cervejaria e Maltaria da Serra Ltda., lança a cerveja Serramalte  (1953/1918)

1959

- É criada a Cervejaria Polka, por Victor Ruschel, em Feliz - RS.

1960

- A Cervejaria Kranapel (ex-Feldmann) passa a pertencer a Alfred Feldmann, deixa de produzir cerveja e se dedica à produção de outras bebidas (encerra totalmente as atividades em 1978).
- A Antarctica, em 75 anos de história, a capacidade de produção de cervejas e refrigerantes cresceu cerca de 100 vezes, atingindo 3,9 milhões de hectolitros/ano.

1961

- O controle acionário da Cervejaria Bohemia é adquirido pela Companhia Antarctica Paulista, através dos Diários Associados, pelo jornalista Carlos Rizzini, então presidente da Bohemia que nessa época tinha uma produção de 10000 dúzias de garrafas por mês.
- 26 de maio - a Brahma inaugura sua nova filial em Agudos - SP, com a incorporação da antiga Companhia Paulista de Cerveja Vienenses.

1962

- A cervejaria Bavária S/A, subsidiária da Antarctica em Marilia - SP, passa a se chamar Companhia Antarctica Paulista e deixa de produzir a cerveja e o chopp Bavária, produzindo somente refrigerantes.
- A Brahma inaugura mais uma filial na cidade do Cabo, em Pernambuco.

1963

- É instalada a Companhia Mineira de cervejas - CMC, produtora das Cervejas Ouro Fino e Ouro Branco.  (xxxx/1972)

1964

- A Brahma instala uma filial em Cabo - PE.
- A Cervejaria Continental é incorporada à Brahma, passando a ser filial Rio Grande do Sul.

1965

- Iniciam-se os trabalhos das primeiras revendas exclusivas Brahma, constituídas em sua maioria por antigos funcionários da empresa.

1966

- Na Distilaria Nacional de Antonio Fabbri em Brodowsky - SP, os filhos Roberto e Amando Fabbri assumem a direção da indústria, mais uma vez seu nome é alterado, passando a se chamar “Distilaria Nacional Fabbri & cia. ltda.”, funcionando até hoje, na Praça dos Expedicionários, nº 147.  (1934/1982)
- Nasce a Cerpa (Cervejaria Paraense), instalada numa área de 157.633 m2, às margens da Baía do Guajará, em Belém - PA .

1967

4 de abril - É fundada, por um grupo de acionistas liderados pelo jornalista Archimedes Pereira Lima, a Companhia Cervejaria Cuiabana, em Cuiabá - MT.
- O Grupo S (Scarpa), controlador de quatro cervejarias: Rio Claro (Caracu), Santista, Cayru e Londrina (cervejaria e maltaria), se associa à Skol International Limited, uma empresa criada na Europa em 1964, por um grupo formado por seis cervejarias dentre elas a Sociedade Central de Cervejarias Portuguesas e lança sob licença a cerveja Skol International Bier.
- A Brahma lança a Brahma Chopp em garrafas mirins de 300 ml que recebe o nome de "Brahminha".
- É iniciada, com apoio da SUDENE, a construção da Indústria Pernambucana de Bebidas Antarctica - IPEBA, na Av. Presidente Kennedy, em Olinda - PE.

1968

- Victor Ruschel cria o Festival de cerveja Polka de Feliz - RS.
- É instalada a Companhia Alterosa de Cervejas, Por Hermógenes Ladeira, a primeira grande indústria do município em Vespasiano - MG, produzindo os refrigerantes Trop e neste primeiro momento não produz cerveja.  (
xxxx/1973)
- A Brahma inaugura a sua Estação Experimental de Cevada no Rio Grande do Sul para testar as novas variedades de cevada cervejeira e estudar suas adaptações ao solo e clima da região.

1969

31 de janeiro - A Polar S/A - Indústria, Comércio e Agricultura, de Estrela - RS, altera sua razão social para Cervejaria Polar S/A. maio - É inaugurada a Indústria Pernambucana de Bebidas Antarctica - IPEBA, na Av. Presidente Kennedy, em Olinda - PE, obra iniciada em 1967.
- A Skol numa operação feita através da Sociedade Anglo Brasileira de participações Ltda. incorpora todas as cervejarias, passando a se chamar Indústrias Reunidas Skol-Caracu S/A e lança a cerveja Skol Pilsen.

1970

- Novembro - A Cervejaria Polar, lança a one way, uma garrafa de 300 ml, sem retôrno.
- É inaugurada a Cervejaria Astra, pela firma J. Macêdo & Cia, em Fortaleza - CE, com produção de cerveja de marca própria.
- A J. Macêdo & Cia compra o controle acionário da Cervejaria Miranda Corrêa, de Manaus - AM.
- A cervejaria Loeffler, de Canoinhas - SC, cancela seu registro e oficialmente encerra suas atividades, passando a produzir, esporadicamente, cerveja.

1971

- 15 de abril - A Skol lança a primeira cerveja em lata do Brasil em folha de flandres.
- A Brahma compra 26% das ações da Cervejaria Astra e se associa à J. Macêdo & Cia, controladora das Cervejarias: Astra, de Fortaleza - CE e Miranda Correa de Manaus - AM e passa a ter uma forte liderança para fabricação e distribuição de seus produtos no Norte e Nordeste do Brasil.
- A filial da Brahma em Curitiba (antiga Cervejaria Atlântica);&nb sp;(1942/xxxx) inovou, ao adotar engradados plásticos para o transporte de cervejas e refrigerantes.

1972

- Outubro - O Grupo BRASCAN, adquire a Companhia Mineira de cervejas - CMC, produtora das cervejas Ouro Fino e Ouro Branco.  (1963/????)
- Outubro - É integrada a Cervejaria Manaus S/A - CERMAN ao complexo empresarial da Antarctica, em Manaus - AM.
- novembro - A Brahma, filial Agudos localizada em Agudos - SP, lança a Brahma Chopp e a Brahma Extra em lata de folha de flandres.
- 01 de dezembro - A Brahma inaugura a Cervejaria Brahma de Minas Gerais, em Mateus Leme - MG.
- A Antarctica adquire o controle acionário da Cervejaria Polar S/A com sede em Porto Alegre e fábrica em Estrela - RS.
- A Brahma associa-se à Fratelli Vita e introduz três marcas de bebidas sem álcool: a Sukita, o Guaraná Fratelli e a Gasosa Limão.

1973

- fevereiro - O Grupo BRASCAN, que havia adquirido a Companhia Mineira de cervejas - CMC, através de uma joint-venture com a Labatt e um grupo português adquire 58% da Cervejaria Skol-Caracu S/A.
- fevereiro - É inaugurada a unidade cervejeira da Companhia Alterosa de Cervejas, em Vespasiano - MG, apesar de ter sido instalada em 1971 e até agora só produzindo os refrigerantes Trop, passa a produzir a cerveja Port.
- abril - É criada a Companhia Sulina de Bebidas Antarctica, com sede em Joinville - SC, que atendendo à descentralização passa a operar com a incorporação das unidades de Ponta Grossa PR e Curitiba - PR.
- abril - começa a funcionar a companhia Itacolomy de Cervejas, em Pirapora - MG.
- junho - a Indústria Nordestina de Bebidas S/A - INORBE, atual Indústria de bebidas Antarctica do Nordeste S/A, passou a participar, como acionista majoritária, da Companhia Itacolomy de Cervejas, de Pirapora - MG.
- 15 de outubro - a Antarctica lança, em Goiânia - GO, a pedra fundamental de um novo complexo industrial produtor de cervejas.
- 12 de novembro - É inaugurada a Companhia Cervejaria Cuiabana, de CuiabÁ - MT, associada Brahma, produzindo a cerveja Brahma Chopp.
- 26 de dezembro - A Companhia Alterosa de Cervejas, de Vespasiano - MG, emitiu 100.000 debêntures conversíveis em ações com o valor nominal de 100 cruzeiros, os papéis terão prazo de 5 anos e oferecem 8% de juros ao ano mais correção monetária e gozarão de incentivo fiscal criado pelo Decreto-Lei 1238.
- 31 de dezembro - a Cervejaria Antarctica da Guanabara Ltda, se funde com a Companhia Cervejaria Bohemia, tornando-se a filial Petrópolis da Indústria de Bebidas Antarctica do Rio de Janeiro S/A.
- A Cervejaria Brahma se associa à Companhia de Bebidas da Bahia - CIBEB.
- É criada a Cervejaria Antarctica Niger S/A, de Ribeirão Preto - SP, resultante da fusão, da Cervejaria Antarctica de Ribeirão Preto S/A, com a Cervejaria Niger S/A.
- A Antarctica associa-se com a cervejaria Pérola S/A, com sede em Caxias do Sul - RS.
- É criada a Sociedade Agrícola de Maués S.A, pela Antarctica, para processar sementes de guaraná e é formada a Fazenda Santa Helena, para pesquisa e plantio de guaranazeiros.
- A Cervejaria União Ultramarina Ltda., de propriedade de Antonio Varela Amoroso, no Rio de Janeiro - RJ, fabricante da cerveja Ultramar, encerra suas atividades.  (
1903/xxxx)
- A Cervejaria Serramalte, de Getúlio - RS, assume o controle acionário da Cervejaria Polka (Ruschel), de Feliz - RS.
- A Antarctica coloca em prática um conjunto de medidas com vistas à descentralização das atividades industriais e comerciais do complexo empresarial Antarctica. Nesse ano foram constituídas empresas com personalidade jurídica própria, em vários Estados brasileiros.

1974

- A Brahma além de ter se associado a 6 grandes grupos de cerveja e refrigerante, tem 9 fábricas e 1 estação experimental de cevada.
- A Brahma inaugura a Cervejaria de Brasilia S.A - CIBRASA.
- É constituída a Indústria de Bebidas Antarctica de Minas Gerais S/A, com o acervo da Filial Belo Horizonte, fabricando cervejas e refrigerantes.
- A Antarctica adquire a Cervejaria Polar S/A.

1975

- A Cervejaria Gazapina, de Santana do Livramento - RS, encerra as suas atividades.
- É construída pela Antarctica a sua filial no Rio Grande do Sul.
- A Brahma, filial Rio de janeiro, constrói os primeiros tanques ao ar livre isolados e com refrigeração própria.

1976

- É construída pela Antarctica a sua filial em Teresina - PI.
- A Sudene deu por concluída a nova fábrica de refrigerantes e sucos implantada em Fortaleza, pela Indústria de Alimentos e Bebidas Antarctica do Ceará S/A, que contou com a valiosa colaboração do Banco do Nordeste do Brasil.
- O Grupo Brascan-Labatt, adquire por US$10 milhões, um adicional de 29% na Cervejaria Skol-Caracu S/A (provavelmente a parte do grupo português).

1977

- A Brahma lança sua linha de refrigerantes em lata.
- A Antarctica da conhecimento a seus acionistas da construção de uma nova fábrica de refrigerantes em Jacarepaguá, Rio de janeiro - RJ.
- A Antarctica amplia a sua Maltaria em São Paulo e adquire uma área de 14,32 hectares em Paulo de Frontim - PR para pesquisa e experimentação agrícola com a cevada cervejeira.
- A Companhia Itacolomy de Cervejas inicia a ampliação de sua fábrica de cervejas, no município de Pirapora - MG, para elevar a sua capacidade produtiva em 40%.
- É decretada a falência da Fábrica de Cerveja Weiss, de josé Weiss, em Juiz de fora - MG.

1978

- A Brahma lança em Curitiba - PR o primeiro Curso de Cervejeiro Prático da América Latina.
- A Brahma Chopp é lançada em garrafa personalizada de vidro na cor âmbar (antes era engarrafada em vasilhames de qualquer cor).
- A Antarctica assume o controle acionário da Cervejaria Serramalte, do rio Grande do Sul.
- setembro - a Sudene aprovou o projeto de duplicação das instalações industriais de cerveja da CERMAN que passa a se denominar Indústrias de Bebidas Antarctica da Amazônia S/A.
- É constituída A Agromalte S/A pela Antarctica e pela Cooperativa Agrária Mista Entre-Rios Ltda., em Entre-Rios - PR.
- A Antarctica dá início a sua primeira franquia de refrigerantes e inaugura uma Filial no Rio de Janeiro - RJ.

1979

- A Antarctica inicia as suas exportações para a Europa, Estados Unidos e Ásia.

1980

- janeiro - a Companhia Sulina de Bebidas Antarctica adquiriu o controle acionário da Cervejaria Serramalte S/A., com suas fábricas de Getúlio Vargas - RS e Feliz - RS.
- março - a Cervejaria Serramalte S/A, controlada pela Companhia Sulina de Bebidas Antarctica, passa a produzir a cerveja Antarctica.
- 08 de abril - A Brahma adquire o controle acionário das Cervejarias Reunidas Skol/Caracu S/A, possuidora de 7 fábricas, adquirindo as cotas da Brascan-Labatt no valor de 2 bilhões de cruzeiros (correspondentes à 40 milhões de dólares), passando a se chamar: Brahma, Administração, Investimentos e Participações Ltda e agregando á sua produção a cerveja e o chopp Skol, a cerveja Ouro Fino e a Caracu.
- 16 de julho - A Antarctica de Minas Gerais anuncia formalmente a compra, no valor de 165 milhões de cruzeiros, do controle acionário da Companhia Alterosa de Cervejas, de Vespasiano - MG.
- A Antarctica atinge 16,4 milhões de hectolitros/ano e inicia as obras da fábrica associada Arosuco - Aromas, Sucos e Concentrados S.A, no Rio de Janeiro.
- É lançada a Brahma Beer, uma cerveja própria para exportação.
- Luiz Otávio Possas Gonçalves um dos principais acionistas do Grupo Gonçalves-Guarany proprietário, desde 1947, de duas grandes engarrafadoras de Coca-cola no estado de Minas Gerais resolveu fabricar cerveja. Arriscou todo o capital de que dispunha na construção de uma cervejaria (Cervejaria Kaiser), em Divinópolis - MG e em nove meses já colocava a sua primeira garrafa no mercado.

1981

- Entra em operação a maltaria da Agromalte S/A, empresa constituída pela Antarctica e pela Cooperativa Agrária Mista Entre-Rios Ltda., em Entre-Rios - PR.
- A Indústria de Bebidas Antarctica de Minas Gerais assume a Companhia Alterosa de Cervejas, de Vespasiano - MG, que teve sua capacidade de produção ampliada em mais de 100%. Essa mais recente unidade integrante do complexo empresarial passa a produzir a cerveja Antarctica.

1982

- 10 de novembro - Antonio Fabbri, o proprietário da Distilaria Nacional de Antônio Fabbri (atual Fabbri & companhia Ltda.)de Brodowsky - SP, falece logo após completar 90 anos de idade.
- A Antarctica inaugura sua unidade de recebimento, armazenagem e beneficiamento de cevada cervejeira na cidade de Lapa - PR.
- A Brahma lança a primeira cerveja Light do Brasil com baixa fermentação e baixo teor alcoólico.
- 22 de abril - É lançada a Cerveja Kaiser.
- A Cervejaria Kaiser investe na aquisição da Cervejaria Mogyana, de Mogi-Mirim - SP, então fabricante da Cerveja Inglesinha,  (
1938/xxxx)
esta fábrica foi comprada por Maurilio Biagi Filho quando era executivo da Companhia Ipiranga de Bebidas (engarrafadora de Coca-Cola em Ribeirão Preto), compra feita por telefone, sem conhecer. "Era uma cervejaria tradicional, mas antiquada. A diferença foi a estratégia, pois, na época, convidamos os fabricantes de Coca-Cola da região sudeste a serem sócios do empreendimento".
- A Ind�stria e Com�rcio de Bebidas Cristalina come�a a introduzir a Cerveja Malta (1000 litros/m�s).

1983

- Início da produção dos produtos Antarctica na filial de Teresina - PI.
- É lançada, em Washington e Filadélfia, nos EUA, a cerveja Brahma Beer.
- final do ano - Início de produção das Cervejarias Kaiser de Mogi-Mirim - SP e Nova Iguaçu - RJ. A Cervejaria Heineken da Holanda passa a dar assistência técnica à Kaiser.
- É fundada a Cervejaria Belco em Botucatu - SP, a empresa foi instalada onde antes funcionava a Belgiun Co., uma cooperativa de produção que reunia os remanescentes da colonização Belga na região. A formulação do nome veio de forma natural com as sílabas iniciais da cooperativa. A primeira unidade de produção tinha capacidade de 3600 hectolitros/ano comercializados em barris de madeira na forma de chopp.

1984

- Firmado acordo da Brahma com a PepsiCo Internacional para fabricação, comercialização e distribuição do refrigerante Pepsi Cola no Rio de Janeiro, além de operar três fábricas no Rio Grande do Sul.
- É constituido o Grupo Antarctica, com sede em São Paulo - SP, e mais de 23 empresas controladas.
- fevereiro - a Brahma lança a Cerveja Malt 90. Uma cerveja clara, tipo Pilsen, de médio teor alcoólico, sabor suave em lata e em garrafas de 300ml e 600ml.
- A Coca-cola Internacional compra 10% da Cervejaria Kaiser, entrando na sociedade.
- A Indústria de Bebidas Cristalina lança comercialmente a Cerveja Malta Chopp (3600 litros/mês).

- Rupprecht Loeffler registra a cervejaria Loeffler, de Canoinhas - SC (de novo) como cervejaria artesanal. auxiliado por um político de Brasília (não recordava o nome) que havia provado da cerveja clandestina e gostado.

1985

- O jornal alemão "Frankfurter Allgemeire Zeitung" destaca a Brahma como a 7ª empresa de cerveja do mundo.
- Iniciam-se as construções da fábrica da Antarctica em João Pessoa - PB.
- É fundada a primeira micro cervejaria do Brasil, a Bavarian Park, em Curitiba - PR.

1986

- A Brahma Beer Brazilian Pilsener em lata é lançada no mercado de Tóquio.
- É fundada a Alles Bier, em Curitiba - PR, uma pequena cervejaria idealizada por alemães que trouxeram para o Brasil a arte da fabricação da cerveja artesanal.
- A Cerveja Kaiser já está em Goiás, região de Brasília e Mato Grosso.

1987

- É inaugurada pela Brahma uma unidade piloto para o desenvolvimento de produtos no Laboratório Central no Rio de Janeiro. É adquirida a Fbrica de Refrigerantes Refinco.
- setembro - entra em funcionamento uma nova unidade de fabricação da Cerveja Kaiser em Jacareí - SP.
- É fundada por Itamar Coelho de Araújo, aviador aposentado, a Microcervejaria D'Kasa, produzindo a cerveja D'kasa stout em garrafas retornáveis de 300 ml.
- É fundada a Cervejaria Krill, em Estância do Socorro - SP, por um grupo de empresários paulistas que compraram, nó início da década de 80, a Indústria de Bebidas Mantovani (fernet, licores, conhaques).

1988

- A Brahma inaugura a fábrica Cebrasp - Companhia Cervejaria Brahma em Jacareí - SP.
- A Antarctica Inicia a produção na fábrica de João Pessoa - PB.
- fevereiro - Lançada pela Amazon Inc., no mercado americano, a cerveja preta Xingu, fabricada pela Cervejaria Independente Ltda, em Toledo - PR.
- 26 de novembro - inaugurada a Fábrica de Cervejas Antarctica, no Rio de Janeiro com capacidade de produção de 3,5 milhões de hectolitros/ano.
- A firma J. Macêdo & Cia, em parceria com a Brahma, inaugura a Cervejaria Equatorial, em São Luís - MA

1989

- São constituídas mais 4 unidades fabris na Antarctica: Filial Jaguariúna - SP, Filial Canoas - RS, Filial Cuiabá - MT e Filial Natal - RN.
- A Skol lança a primeira cerveja em lata de alumínio.
- A Brahma lança a cerveja Brama Chopp em lata de alumínio e relança a embalagem de 300 ml para a Malt 90.
- A Brahma começa a construção da Cervejaria Equatorial em São Luís - Ma.
- maio - A Primo Schincariol, fábrica de refrigerantes de Itu - SP, passa a produzir a sua primeira cerveja, a Schincariol Pilsen.

1990

- 1 de março - A Antarctica lança a cerveja Bavaria Premium.
- 27 de novembro - o Grupo Brahma, incluindo a Skol, passa seu controle acionário para o grupo GARANTIA.
- A Brahma lança o "Projeto Brahma para Reciclagem" que foi pioneiro na abordagem da reciclagem frente à comunidade.
- A Industria e Comércio de bebidas Cristalina lança a nova Malta.
- A Skol lança a
Skol Fest, cerveja em lata de 5 litros, acompanhada de bomba e bolsa térmica.
- A Antarctica atinge a capacidade de produção de 39,4 milhões de hectolitros/ano.

1991

- 9 de fevereiro - a Antarctica comemora seu centenário.
- 23 de outubro - A Antarctica lança a primeira cerveja sem álcool do Brasil, a Kronenbier.
- 21 de novembro - A Antarctica inaugura a filial Canoas, em Canoas - RS.
- 30 de novembro - A Antarctica inaugura a filial Rio Grande do Norte, em Natal - RN.
- 13 de dezembro - é feita a implantação da filial Jaguariúna, em Jaguariúna - SP, pela Antarctica.
- A Antarctica lança as cervejas Cristal e Pilsen Extra.
- A Antarctica adquire uma nova área de 40,2 hectares em Lapa - PR, para incremento dos trabalhos de pesquisa com cevada cervejeira nacional.
- A Brahma inaugura a Cervejaria Equatorial em São Luís - MA.

1992

- 31 de janeiro - A Antarctica, a Brahma e a Skol assinam contrato de participação na implantação da primeira cervejaria-escola do Brasil, no centro de Tecnologia de Alimentos do Senai, em Vassouras - RJ.
- A Antarctica adota nova padronização visual, lançando novo rótulo e nova lata da cerveja Antarctica.
- A Antarctica lança a Antarctica Bock.
- A Skol lança a tampa nas garrafas de Skol Long Neck.

1993

- 3 de fevereiro - É inaugurada, pela Antarctica a filial Jaguariúna, em Jaguariúna- SP, com capacidade de produção de 3 milhões de hectolitros/ano.
- A Antarctica constitui uma nova filial no Ceará.
- A Skol lança a Skol Pilsen em embalagem descartável de vidro de 350ml, chamada "long neck", com tampa twist, tampa de rosca que dispensa o uso de abridor.
- A Skol lança a cerveja Skol em lata de alumínio com 500ml.
- A Skol desativa a fábrica de Rio Claro - SP, transferindo-se para a fábrica de Agudos - SP.
- A Kaiser lança a Kaiser Bock.
- É criada a Cervejaria Petrópolis S/A, em Petrópolis - RJ, por um grupo de empresários que se associaram e compraram algumas máquinas, equipamentos e um terreno às margens da Rodovia Br 040 - Km 51.
- A Brahma Chopp é exportada para a Argentina.
- A Brahma constrói sua primeira fábrica fora do Brasil, na Argentina.
- É fundada a Cervejaria Chopp do Fritz pelos mestre-cervejeiro Jürg Franz Schwabe e o químico industrial Alexandre Graupner Zahn, localizada na altura do quilômetro 112 da Rodovia Anhanguera, Sumaré - SP.

1994

- abril - A Skol lança sua cerveja Bock.
- julho - A Kaiser lança uma cerveja tipo pilsen extra, mais concentrada e dourada: a Kaiser Copa 94 em comemoração à conquista do tetra campeonato de futebol, uma cerveja comemorativa que duraria apenas tres meses.
- 29 de julho - a Cervejaria Petrópolis realiza a festa de lançamento da cerveja Itaipava no Shopping Vilarejo contando com muitas pessoas da sociedade Petropolitana.
- 1 de agosto - saída do primeiro caminhão de entrega da cerveja Itaipava para os distribuidores previamente cadastrados.
- novembro - a Skol lança a Skol Ice em lata e long neck, uma cerveja refrescante produzida com o processo "ice process", inventado pela Cervejaria Labatt, no Canadá, em 1993, onde são utilizados cristais congelados de água na sua fabricação.
- A fábrica Antarctica do Rio Grande do Norte é inaugurada.
- A Brahma inaugura uma filial em Lages - SC e a fábrica em Luján na Argentina e adquire a Companhia Anônima Cervecera Nacional na Venezuela. Mudança da Administração Central da Brahma para São Paulo.
- A Antarctica lança sua cerveja Bock. E também lança novas embalagens: long neck e six pack para suas cervejas.
- A Antarctica faz um ajuste provisório para associação com a Anheuser-Bush International Inc.
- A Kaiser inicia a operação de sua unidade de Feira de Santana - BA.
- É lançada a cerveja Krill, pela Cervejaria Krill, de Estância do Socorro - SP.
- É fundada a Cervejaria Sul Brasileira - Cerveja Colônia, por Jaime Gatto e Saul Brandalise Jr., na cidade de Toledo - PR., produzindo a cerveja Astro.

1995

- 22 de fevereiro - É publicado o acordo da Antarctica com a Anheuser-Bush International Inc.
- 22 de março - É inaugurada a microcervejaria DaDo Bier, por Eduardo Bier Corrêa em Porto Alegre - RS.
- A Fornel e Cia. de Capivari - SP, à 40 anos no mercado de bebidas (bebidas Boite Show) lança a cerveja, o chopp e os refrigerantes da marca Lecker.
- 22 de novembro - A Antarctica inicia a produção na filial Cuiabá,(Indústria de Bebidas Antarctica de Mato Grosso S.A.), na Av. Antarctica 2999, bairro Santa Rosa, Cuiabá - MT, com investimento de US$ 90 milhões, a moderna fábrica tem capacidade de produzir 200 milhões de litros de cerveja e chope e 34 milhões de litros de refrigerante.
- Os produtos Antarctica passam a ser fabricados em mais uma nova fábrica: em São Luís - MA.
- Na Antarctica ocorrem vários lançamentos: a Cerveja Polar, a Cerveja Polar Pilsen, a Cerveja Antarctica Pilsen Extra em long neck; a Cerveja Antarctica Pilsen em long neck com rótulo metalizado, a Cerveja Kronenbier em embalagem long neck.
- A Miller Brewing Company faz uma joint venture com a Brahma para distribuir a Miller Genuine Draft.
- A Brahma lança sua cerveja Bock.
- A Kaiser inicia a operação de sua unidade de Araraquara - SP.
- A Kaiser lança, na região sul do Brasil, a Cerveja Kaiser Gold, esta cerveja é o relançamento da cerveja pilsen extra, Kaiser Copa 94, lançada em comemoração da conquista do tetra campeonato de futebol.
- O engenheiro agrônomo José Luís Pabis, de olho na aceitação que a cerveja caseira "Rainha" tinha na região, decidiu fazer um teste: depois que a mãe, Bronislava, de 68 anos, conseguiu o terceiro lugar num concurso de cerveja caseira pediu a ela que preparasse 200 litros e distribuiu-os por bares da BR-277, que passa perto de Irati - PR. Depois de três dias, o pessoal já tinha vendido tudo e estava pedindo mais. Então passou a produzi-la comercialmente nos fundos de casa. Pabis foi o primeiro iratiense que tentou produzir e comercializar a cerveja caseira em larga escala.

1996

- É inaugurada pela Brahma a maior e mais moderna fábrica da América Latina no Rio de Janeiro, com capacidade de 12 milhões de hectolitros. São iniciadas as construções de mais duas unidades: uma em Viamão - RS e outra em Aracaju - SE. A Fratelli Vita (Brahma) adquire a Marca Marathon e passa a produzir e distribuir um novo isotônico no mercado.
- A Brahma lança a cerveja Miller Genuine Draft. É lançada a Cerveja Malzbier da Brahma em embalagem long neck.
- A partir de uma proposta de parceria entre a Antarctica e a Anheuser-Busch é constituída a Budweiser Brasil Ltda.
- A Skol fecha um contrato de licenciamento de marca com a Cervejaria dinamarquesa Carlsberg.
- A Skol lança a super long neck de 355ml de padrão internacional, para as cervejas pilsen e Caracu.
- A Kaiser inicia a operação de sua unidade de Ponta Grossa - PR.
- A Kaiser lança a Kaiser Summer Draft.
- A Indústria e Comércio de Bebidas Cristalina altera a sua razão social para Cervejaria Malta Ltda., e começa o envase da Cerveja Malta em latas.
- A Microcervejaria D'Kasa, de Águas de Lindoia - SP, encerra suas atividades.
- A Cervejaria Krill adquire uma linha de produção mais moderna, munida de centrais computadorizadas, dando início ao grande projeto da cerveja Krill.
- A Cervejaria Kilsen inicia sua produção de cerveja, fundada em 03 de julho de 1984, somente fabricava refrigerantes e aguardente.
- A Dado Bier inaugura a filial em São Paulo - SP.
- A Cerpa lança a Draft Beer, que não passa pelo processo tradicional de pasteurização e sim, por um grande sistema de filtros de celulose e descarga térmica.
- 4 de outubro - É inaugurada a Cervejaria Borck em Timbó - SC, por Brunhard Borck, com capacidade de produzir 24.000 litros por mês.

1997

- É constituída a Subsidiária Integral Antarctica U.S.A Inc., sediada em Miami, para possibilitar a distribuição do Guaraná Antarctica nos Estados Unidos.
- A Antarctica lança a Cerveja Bavária Pilsen em embalagens descartáveis de vidro de 600ml.
- A Antarctica e Anheuser-Busch lançam no país a cerveja Budweiser em garrafa de 600ml.
- A Antarctica fecha a fábrica de Feliz - RS.
- A Brahma adquire a concessão para fabricar, comercializar e distribuir a marca Lipton Ice Tea no mercado de bebidas não alcoólicas. A filial Brahma em Sergipe é inaugurada.
- A Skol passa a distribuir a Carlsberg Beer no Brasil e lança a latinha de boca larga.
- É lançada oficialmente a marca Krulowa, em Irati - PR, que em polonês, significa rainha, pelo engenheiro agrônomo José Luís Pabis, após conseguir o registro do produto no Ministério da Agricultura.
- setembro - o Grupo CINTRA, com atuação em diferentes áreas como: petróleo, imobiliária, energia eólica e água mineral compra da Cervejaria Kaiser a fábrica de Mogi-Mirim - SP.
- setembro - É inaugurada a Krug Bier, a primeira microcervejaria de Minas Gerais, na Av. Paulo Camilo Pena, 736, Belvedere, Belo Horizonte - MG, A casa possui equipamento com capacidade para produzir até 40 mil litros de chope por mês.

1998

- 10 de janeiro - É demolido o prédio da Fábrica de Cerveja e Gelo Colúmbia, localizado na Av. Lidgerwood, em Campinas - SP.
- É iniciada a construção de uma fábrica de cervejas pelo Grupo Allston Brew em Jataizinho - PR, no parque fabril onde produz os refrigerantes Guaratuba, adquirido em 1994 e onde eram produzidos os refrigerantes Brahma, Skol e Pepsi-Cola.
- A Brahma Chopp passou a ser exportada para a Europa, iniciando seu ingresso no mercado estrangeiro pela França.
- A Brahma inaugura a unidade fabril de Viamão - RS.
- A Brahma desativa a antiga fábrica em Porto Alegre - RS (Bopp, Sassen e Ritter Ltda. - Cervejaria Continental).
- A Antarctica lança a Bavária Pilsen em garrafa 600ml descartável e em lata e também a primeira cerveja com rótulo pirogravado: a long neck ACL (Applied Color Label).
- junho - surge a fábrica da Kaiser em Gravataí - RS.
- julho - a Cervejaria Petrópolis cria um novo rótulo e moderniza a logomarca da cerveja Itaipava.
- agosto - a Cervejaria Petrópolis é vendida a um novo grupo de investidores que investe na aquisição de novas máquinas e equipamentos e na expansão da fábrica.
- 27 de outubro - É inaugurada a Cervejaria Factory Beer, a primeira cervejaria da região do Vale do Sinos, na rua Independencia 1040, em São Leopoldo - RS, produzindo cerveja pilsen natural, cristal e weekbeer em barris de 30 e 50 litros.
- A Skol relança a cerveja Caracu em lata.
- outubro - A Cervejaria Independente, de Toledo - PR, lança a cerveja pilsen Palma Louca Pale Pils.
- É inaugurada a filial Rio de Janeiro da microcervejaria DaDo Bier.
- É inaugurada a microcervejaria Alpenbier, na Rua Benjamin Constant 43, em São Bento do Sul - SC, com produção mensal de 4 mil litros, produz cerveja pilsen filtrada e não filtrada, bock, morango e limão.

1999

1 de julho - A Companhia Antarctica Paulista e a Companhia Cervejaria Brahma comunicam a criação da Companhia de Bebidas das Américas (AMBEV), resultante da fusão de ambas.
- setembro - A Companhia Cervejeira Schattemann de Montenegro - RS, passa a produzir a cerveja Helles.
- dezembro - lançada a cerveja D'Ávila Beer no interior da Bahia (Feira de Santana, Itabuna e Ilhéus), o novo produto representa a entrada da Dias D'Ávila, tradicional fabricante de água mineral - fundada em 1950 - do grupo paraibano Serigi, no mercado de cervejas.
- dezembro - É inaugurada a microcervejaria DaDo Bier, em Torres - RS.
- A Antarctica lança a lata "Festa", com 237 ml, para a Antarctica Pilsen.
- A Brahma Chopp, em comemoração à chegada do novo milênio, lança embalagem comemorativa que lembra as garrafas de Champagne.
- O Grupo Allston Brew, de Jataizinho - PR, passa a produzir a cerveja Zanni Pilsen.

2000

- fevereiro - A fábrica de cerveja caseira Krulowa de José Luís Pabis, de Irati - PR, que tinha capacidade para produzir 2.400 litros de cerveja caseira por dia e chegou a ter 12 funcionários além dos parentes, suspende suas atividades. "Continuamos com a firma aberta, mas não estamos produzindo em consequência dos custos".
- fevereiro - A Cervejaria Belco NE inicia suas atividades na cidade do Cabo - PE.
- 30 de março - após 9 meses de uma longa trajetória, é noticiado o que todos aguardavam: "AMBEV nasce como a 5ª maior empresa de bebidas do Mundo". Mas permanecem as duas marcas no mercado (Brahma e Antárctica), associando, também, as cervejas Skol, Bohemia, Kronenbier, Caracu, Carlsberg, Miller, Polar e Serramalte. A Bavária é vendida para a canadense Molson Inc. a mais antiga cervejaria da América do Norte e a maior do Canadá.
- 12 de Julho - É fundada por Valter Poetsch, a microcervejaria Original Bier, com produção de 14000 litros por mês, instalada no prédio da antiga Fábrica de Fiação e Tecidos na rua Almirante Tamandaré 52, em Pelotas - RS.
- setembro - a AMBEV, em parceria com a Danone, adquire a Salus, segunda maior cervejaria do Uruguai e líder em água mineral.
- novembro - a AMBEV adquire a Cerveceria y Malteria Paysandu (Cympai), também do Uruguai, produtora das marcas Norteña e Prinz. A AMBEV, em cumprimento ao termo de compromisso firmado com o Cade, vende para a cervejaria canadense Molson a marca de cerveja Bavária e cinco fábricas: Ribeirão Preto - SP, Getúlio Vargas - RS, Camaçari - BA, Cuiabá - MT e Manaus - AM.
- A Antarctica muda toda sua programação visual, nova cor, novo rótulo e nova campanha de comunicação cujo Slogan era: "Mudou ou não mudou?".
- São lançadas as embalagens termossensíveis da Brahma, que indicam se a cerveja está gelada no ponto certo para o consumo.
- A Primo Schincariol, de Itu - SP, funda a unidade de Cachoeiras de Macacu - RJ.
- É fundada a firma Coelho & Arantes Ltda., na Rua São José dos Campos 327, Parque das Fontes, Águas de Lindóia - SP (mesmo endereço da Microcervejaria D'Kasa) por Itamar Coelho de Araújo (ex-proprietário da D'Kasa) e seu filho Eduardo S. Arantes de Araújo que se mudou para a Europa para aperfeiçoar seus conhecimentos de Brewmaster e dar sequência ao trabalho do pai. Produzindo cerveja stout envasada em garrafas de 500 ml, sem rótulo, para testes e aprimoramento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário